segunda-feira, 28 de março de 2011

O homem anseia por descobrir os mistérios de Deus!



      Porque o homem anseia por descobrir os segredos de Deus?






                                  "Os que forem sábios, pois, resplande-
 cerão como o fulgor firmamento: e os que a muitos ensinam a Justiça, como as estrelas, sempre e  eternamente.  E tu, Daniel, encerra estas palavras e sela este Livro, até ao TEMPO DO FIM muitos o esquadrinharão, e o saber se multiplicará e os sábios resplandecerão como o fulgor do firmamento. Daniel 12:4.

LHC-Large hadron collider, ou grande colisor de hádrons, localizado na fronteira franco-suiça é o mais sofisticado experimento humano da atualidade, cujo objetivo final é provocar colisões de partículas de prótons ou chumbo à velocidade da luz e simular a grande explosão do Big Bang e os seus primeiros instantes posteriores, que segundo teoria  científica teria sido provoca o aparecimento do Bóson de Higgs, o modelo padrão das partículas elementares. Seremos todos descendentes de marcianos?: "Há uma grande possibilidade de que sejamos descendentes de marcianos, afirmam cientistas, e um instrumento que eles estão desenvolvendo poderá fornecer a prova definitiva."
LHC pode se tornar a primeira máquina do tempo do mundo: "Se os físicos estiverem certos, pode ser possível usar partículas que viajam no tempo para enviar mensagens para o passado e para o futuro."




      Deus aconselhou aos homens a busca pelo conhecimento
e não por acaso o primeiro livro da Bíblia se chama Gênesis, onde O Criador trás para si o sentido de toda a existência. Ele ali estipulou um prazo para que esta busca ocorresse, pois está escrito no capítulo 3 vs 3-5: "Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Dele não comereis nem tocareis nele, para que não morrais.
       Então, a serpente (Satanás) disse: É certo que não morrereis.
       Porque Deus sabe que no dia que dele comerdes se vos abrirão os olhos e, COMO DEUS, sereis conhecedores do bem e do mal".
       A partir deste dia foi instituido para o homem o LIVRE ARBÍTRIO, pois dotada do conhecimento do bem e do mal (a ciência) foi dada à humanidade a possibilidade de "INVENTAR" mas jamais "CRIAR" coisa alguma, posto que para criar qualquer máquina, por mais sofisticada que seja, o homem necessita de todas as matérias-primas, estas sim CRIADAS por Deus, tais como os metais, os vegetais, a água, o fogo, a terra, os planetas, o universo e tudo que nele há, o oxigênio, o hidrogênio e todos os outros gases e fluidos, as ondas de rádio que possibilita as comunicações como a TV e internet e 
as comunicações aeroespaciais, ou seja, com o LIVRE ARBÍ-
TRIO é dado ao homem trilhar o caminho do bem, como utilizar a energia atômica para uso medicinal ou do mal para bombardear cidades, para usar os metais para construir utensílios domésticos e hospitalares, carros, aviões, navios e estações orbitais que trazem o progresso ou utilizar estes mesmos metais para construir equipamentos bélicos e as armas com as quais vemos diariamente assaltos e mortes em todas as cidades.
       Com o LIVRE ARBÍTRIO é portanto, dado ao homem CONSTRUIR coisas boas e ruins, praticar atos bons e ruins, mas JAMAIS será dado ao homem CRIAR do nada sequer uma molécula de oxigênio, um grão de areia ou uma pétala de rosa. Poderá sim, com matérias primas preexistentes criar remédios, melhorar geneticamente as plantas, clonar animais, plantas e até o homem, mas nada disso é CRIAR, mas INVENTAR E CONSTRUIR !
       Deus, porém disse a Jesus, o seu verbo criador: "Eis que o homem se tornou como um de nós, conhecedor do bem e do mal, assim, que não estenda a mão e tome também a ÁRVORE DA VIDA, e come e viva eternamente (Gênesis 3:22).
E o lançou para fora do Jardim do Éden e colocou querubins
com espadas de fogo para guardar o CAMINHO DA ÁRVORE DA VIDA" (Gênesis 3:23-24)
       Está pois, ordenado ao homem não conhecer os genes do envelhecimento e da morte (O CAMINHO DA ÁRVORE DA VIDA) e antes que isso venha a ocorrer, certamente voltará o VERBO DIVINO - JESUS! Ele sim, poderá abrir a porta do caminho desta árvore! Porventura não é essa a maior promessa bíblica dada à humanidade? ou seja, à todo aquele que Nele crer? O CORPO INCORRUPTIVEL (que não envelhece) E IMORTAL (eterno)? mas será que toda a humanidade merece esse GRANDE PRÊMIO ou será apenas os que forem aprovados e tidos como dignos da confiança deste VERBO?
Seria sensato qualquer homem, por mais sábio que seja, contrariar ou desobedecer Àquele que tem a PLENITUDE DO CONHECIMENTO? Esta é a palavra-resposta para todas as questões da humanidade: OBEDIÊNCIA - Buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça e TODAS AS DEMAIS COISAS vos serão acrescentadas (Mateus 6:24-34).
       O link logo no início e abaixo desta matéria mostra bem como o homem está rondando a ÁRVORE DA VIDA, pois com o fruto da ÁRVORE DO CONHECIMENTO DO BEM E DO MAL (a ciência), que por desobediência comeu, chegaram CRIADOR E CRIATURA a este impasse, também chamado TEMPO DO FIM, quando a ciência se multiplicaria e o homem almejaria ser como o Criador! VOCÊ AINDA TEM DÚVIDAS DE QUE ESTE TEMPO AINDA NÃO CHEGOU? reflitamos pois sobre todos os nossos atos diários, PORQUE ASSIM COMO O RELÂMPAGO QUE NASCE NO ORIENTE E SE MOSTRA NO OCIDENTE ASSIM SERÁ A VINDA DO FILHO DO HOMEM! (Mateus 24:27)

Por:  Nelsomar Correa

Assista esta sábia mensagem em vídeo:

CRIAÇÃO OU COINCIDÊNCIA BIOLÓGICA DE LARI YAMAZAKY




           

sexta-feira, 18 de março de 2011

Que o meu povo seja um, assim como eu sou com o meu pai! João 17

Caros Irmãos Cristãos,


Jesus recomendou aos seus apóstolos que todas as questões da Igreja deveriam ser  resolvidas  com  consenso entre eles. Hoje não os temos mais entre nós e sim os  líderes  das diferentes  denominações cristãs, porém um assunto que afeta a todas  elas certamente  não  pode ser tratado por apenas uma delas, pois isso contrariaria a recomendação do Supremo Pastor. O fato da concretização da profecia dada por Cristo ao apóstolo João  quando este se encontrava preso na Ilha de Patmos por causa do Evangelho e transcrita nos capítulos 10 e 11 de Apocalipse é certamente um destes casos e a retenção  ou manipulação destes fatos caracterizaria uma  deslealdade  para com os milhares de milhões de Cristãos em torno da Terra.
       Desta forma, depois de aguardar  seis  anos  para  que
houvesse uma resolução neste sentido, agora, mediante ordem divina, o faço dentro dos meios por mim disponibilizados, que até o presente momento é este canal.


       Os fariseus do século 21


        Deus intituiu o sacerdócio para o bem do homem. No Velho testamento foi à Tribo de Levi dado por Deus o privilégio de cuidar dos serviços do Templo, tais como holocaustos, intercessão, zelar pelos utensílios sagrados e ministrar os ensinamentos do pentateuco (os cinco primeiros livros da bíblia) para o povo judeu. Tamanha era a importância dada por Deus para este ministério que determinou que esta tribo fosse a única a não ter território, pelo fato da necessidade de estar em todos os territórios das demais tribos judaicas, para sobre elas ministrarem, sendo que para a sua manutenção e a manutenção do serviço do templo estavam instituidos os dízimos e as ofertas do povo.
       Notemos que Deus estabeleceu suas bençãos através da obediência dos sacerdotes ao cumprimento de sua missão primordial, que era o contato direto com Deus, no local do templo denominado "o santo dos santos" através do qual receberia as diretrizes a serem levadas ao povo e à nação,
em contrapartida, pela dedicação exclusiva à esta divina missão tornou-se a tribo de Levi a gestora de todos os dízimos e ofertas da a nação de Israel. A aliança de fidelidade para com os levitas era tão importante, que o sumo sacerdote, antes de adentrar o santo dos santos deveria fazer expiação de seus pecados para que não fosse fulminado dentro deste recinto e na via das dúvidas o mesmo ali adentrava com uma corda amarrada à cintura e com um sino para que de fora os demais sacerdotes e levitas pudessem ouvir o seu deslocamento no ofício dos rituais sagrados e se porventura estivesse em pecado não confesso e expiado e assim fosse fulminado o seu corpo seria então puxado pela corda cuja extremidade estava do lado de fora do "santíssimo lugar".
       Com a vinda do messias Jesus Cristo, que fez nova aliança com o homem, rasgou-se a grossa cortina que separava o santo lugar do santo dos santos e o templo se tornou o próprio corpo do crente cristão e da mesma maneira devemos nos santificar para acessarmos a Deus em nossas orações e súplicas.
        Muito embora a vinda do messias tivesse sido fartamente profetizada desde os primórdios das Sagradas Escrituras, muito embora a forma humilde como se daria o seu ministério tivesse sido descrita naquelas profecias, muito embora também tivesse sido profetizado que os líderes religiosos tramariam a sua morte, ainda assim, tudo o que estava profetizado a seu respeito se cumpriu, mas que lições deveríamos tirar da tamanha injúria sofrida pelo Filho do Deus Altíssimo?
       A primeira e mais contundente é que o homem nasceu do pecado, vive em meio ao pecado e ainda que tenha sido escolhido para a carreira sacerdotal, a sua condição humana continua imutável e como qualquer outro homem também necessita de constante vigília para que possa ser aceitável aos olhos do Santo Criador!
       Ao fim de seu ministério que não contou com qualquer apoio da classe eclesiástica certamente era de se esperar que o messias se encontrasse com aqueles líderes religiosos chamados FARISEUS! Israel estava ocupado pela poderosa e culta nação romana, que astutamente (Daniel 8:25) tão somente à classe eclesiástica atribuiu privilégios e direitos junto ao governador romano ocupante, pois obviamente sabiam que o povo lhes obedeciam como líderes espirituais e desta forma a ocupação teria menos problemas e o povo estaria dominado com o mínimo de força.
       Estava então preparado o cenário ideal para a vinda do Messias: Israel estando ocupado por um povo altamente aculturado para aquela época e a liderança eclesiástica encantada com tamanho poderio e pompa se mostrava então o momento ideal para que não somente se fizesse medida dos atos da classe eclesiástica (Ezequiel 13:21-22 Ezequiel 34))como também a repercussão da vinda do Filho do Criador percorresse por quase toda a terra, cujas principais nações estavam sob o domínio romano.
       Tal como hoje, como humanos que são, os líderes fariseus, no uso de suas prerrogativas, hábil e utilmente supervalorizadas pelos dominadores romanos, com o intuito de resguardar os privilégios que lhes eram concedidos, relegaram a milenar e maior de todas as profecias bíblicas que foi a vinda do Filho de Deus para uma nova aliança com os homens. Diante de tantos e tamanhos milagres que maravilhavam a sofrida classe excluida (Isaias 61) os fariseus não tinham como negar que se tratava do messias e até permitiram que ele ministrasse na sinagoga de Jerusalém, mas viram que as palavras daquele pobre e humilde nazareno não atendiam aos seus anseios. O Messias falava da Justiça, da liberdade, da paz, da fraternidade e da eternidade do reino que veio proclamar, contudo ele era contra os agitadores que intentavam uma rebelião contra os romanos. Não entendiam que o reino estava sendo implantado dentro dos homens, que para adentrá-lo era necessário nascer de novo, aquelas palavras mansas e suaves contrariavam a pesada liturgia com que sobrecarregavam aquele sofrido povo e pela multidão que o acompanhava e testemunhavam os seus sinais e prodígios, passaram a ver naquele singelo homem uma ameaça à suas prerrogativas de mestres e sacerdotes e sem encontrar nele engano algum, pelo engano dos privilégios com que foram comprados pelos romanos (Daniel 8:25), influenciaram aquele povo moral e espiritualmente fragilizado, concretizando a profetizada morte do Filho de Deus, com a qual foi consumada a implantação do Seu Reino Eternal!
       Após a primeira parousia (vinda de Cristo) não foi determinada a vinda de mais ninguém, senão de suas DUAS TESTEMUNHAS (link) (Apocalipse 11) que antecederia a segunda parousia, a qual esperamos e para isso foi entregue aos cristãos desta geração UM LIVRINHO ACRE-DOCE, que primeiramente é amargo, pois se trata do ministério das duas testemunhas (http://asduastestemunhas.blogspot.com/, porém depois deste ministério este livro tem doces revelações, que é o retorno de Cristo para o seu Reino Milenar!
       É impressionante como os líderes, sejam eles religiosos ou políticos se apegam ao poder que lhes é atribuido, a irresistivel soberba lhes sobe à cabeça e lhes fazem cegar os olhos para que cumpram com ética e competência o ofício para o qual esta autoridade lhes foi delegada, seja por Deus, seja por homens e assim, para se perpetuarem nestes cargos que lhes enchem o ego, fazem alianças e acordos espúrios, sem o consentimento de Deus ou daqueles que os elegeram.
       Com relação aos líderes políticos, tendo a nação um povo esclarecido se torna possível a retirada do político infiel, mas quando se trata de um lider religioso as coisas se tornam mais complexas, pois no caso do cristianismo há o papel do perdão e isto é uma excelente conquista do relacionamento humano, desde que não haja vício em se pedir perdão, ou seja, se apegar à providência do perdão ao invés de se revestir de um esforço contínuo de coerência, ética e justiça no uso das atribuições do elevado cargo de apascentar as ovelhas de Deus.
       Irmãos, certamente você já deve ter ficado intrigado com algumas passagens da Bíblia, da forma como Deus atua direta e firmemente no sentido de mudar uma consciência pervertida pelo desvio da verdade: os fariseus e seus escribas, como estudiosos que eram sabiam com absoluta certeza que os prodígios e milagres feitos por Cristo só poderiam ser realizados se vindos da parte de Deus, mesmo assim, para que a autoridade espiritual do messias não parecesse ao povo bastante superior à entediante mesmice que aqueles líderes lhes oferecia, no uso de sua força corporativa, ensinava ao povo que aqueles milagres procediam de Belzebu. Deus, em seu profundo conhecimento da alma humana, por ele mesmo criada e já sabendo que a existência de um homem revestido de tamanho poder e autoridade para apontar a hipocrisia daqueles líderes lhes provocaria ciúmes, inveja e a ira suficiente para matar o seu ungido, ainda que assim tivesse sido profetizado, assim permitiu para que, em sua pretensa sabedoria tropeçassem e em sua soberba fossem abatidos.
       Jesus, em seu ministério consumou o início de uma nova aliança, agora não somente com os judeus, mas com todo aquele que nele crê. A hipocrisia e soberba dos fariseus
é hoje um referencial de tudo o que Deus rejeita nos líderes religiosos, o evangelho, por meio dos gentios se propagou e trouxe bençãos muito mais significativas do que a deturpada religião hebraica remanescente. Israel colheu os amargos frutos desta hipocrisia e soberba e se hoje existe como nação é porque assim permitiu a misericordiosa bondade de Deus, que usando os filhos dos gentios cristãos criou esta nova nação em um só dia! (Isaías 66:8) e sua existência depende do suporte dos cristãos!
       O texto de Isaías 66 diz ainda que "antes que viessem as dores, Sião deu a luz a seus filhos". Os gestores das promessas bíblicas para o tempo do fim agora são os cristãos e Israel hoje está debaixo da tutela das nações cristãs, mas é necessário que venham as dores e estes fatos não mais se resumem ou afetam somente os judeus, mas também os cristãos, mas quem provocará estas dores aos judeus? Todos os cristãos sabem que a grande tribulação será provocada pela besta que pelejará contra tudo e todos que sejam de Deus! Mas quando saberemos quem é a besta?
Esta resposta está em Apocalipse 11:7, ou seja, após ser revelada a identidade das duas testemunhas e estes derem o testemunho que devem dar, a besta que emerge do abismo lhes fará guerra e as matará! Mas quando surgirão as duas testemunhas? A resposta amado irmão e amada irmã é que Deus está trabalhando nos fatos finais dos tempos desde a criação do atual estado judeu em 14 de maio de 1948, quando Israel declarou sua independência e desde então Jesus, o único digno de abrir o Livro Selado (Apocalipse 5) vem trazendo à existência os fatos do sétimo e último selo, os fatos vêm acontecendo numa sequência visível por toda a humanidade, a sequência de guerras, a sequência de terremotos, tsunamis, a decadência dos bons costumes, atentados cada vez mais poderosos contra nações que se achavam inexpugnáveis e por fim a revelação da identidade DAS DUAS TESTEMUNHAS, cujo ministério dará início à grande tribulação e ao aparecimento da besta! E para melhor informação estes dois homens, cujo ministério é um martírio, existem desde a década de sessenta e por sinal também nesta década a Igreja Católica promoveu o Concílio Vaticano II, que recomenda uma maior aproximação com as demais denominações cristãs. Veja Jesus está trabalhando em silêncio, mas podemos ver o resultado do seu trabalho.



Equivocadamente muitos estudiosos e teólogos já apontaram diversas pessoas, nações e instituições como sendo a besta de Apocalipse, mas ao certo ninguém pode afirmar categoricamente quem é ou será a pessoa, nação ou instituição que se incorporará nesta terrível personagem, porém também não podemos deixar de levar a todos os cristãos todos os fatos que precedem a segunda vinda de Cristo, para que estejam preparados tanto os líderes como as ovelhas.
       Infelizmente, assim como a primeira vinda de Jesus resultou em fortes medidas sobre a religiosidade vigente, também está profetizado que a Igreja Cristã sofrerá medidas (Apocalipse 11:1-2) e esta se dará mediante a ESPADA DE DEUS (Hebreus 4:12, Ezequiel 33:1-5), que adentra ao mais recôndito da consciencia humana, ali produzindo o senso de justiça que produz a verdade, esta verdade que liberta! O conceituado teólogo Dr. Norman Russel Champlim, autor da obra "Velho e Novo testamento interpretado versículo por versículo" percebeu que a existência das duas testemunhas entre os homens provocaria e exporia, assim como Jesus provocou e expôs em seu ministério, a hipocrisia, os sofismas, a soberba e a inveja de parte da classe eclesiástica, pelos mesmos motivos já expostos no caso dos antigos fariseus e apesar de se chamarem cristãos, não conseguiram abandonar por completo o velho homem, se opondo ao milenar ministério que cabem a estes dois profetas cumprir - São estes os chamados FARISEUS DO SÉCULO VINTE E UM ou FARISEUS DO TEMPO DO FIM!
       Portanto, caros irmãos pastores, sejam vocês padres, reverendos, pastores, bispos, arcebispos, presbíteros, diáconos ou qualquer outro título religioso que tenham, atentai-vos para esta palavra, pesai e sopesai a vossa consciência, não se deixem enganar pelo ímpeto do orgulho, da soberba, da inveja e principalmente não se apeguem às suas prerrogativas de mestres e gestores da Casa de Deus, tal como fizeram os antigos fariseus e saibam que AS DUAS TESTEMUNHAS NASCERAM NA DÉCADA DE 1960 e suas identidades foram reveladas em fevereiro de 2005 e Jesus, que abre e gere o livro selado está no controle desta obra, que obrigatoriamente deve ser acatada por todas as denominações que se dizem cristãs. O mesmo espírito que trouxe esta revelação também poderá testificar isso na sua própria Igreja, se você assim pedir Àquele que abriu o sétimo selo - JESUS: O ALFA E O ÔMEGA!   

Por: Nelsomar Correa      
             
                   Consolidando as conquistas do Reino de Deus    
  
                    Amados irmãos cristãos,

                 É inegável o agir de Deus sobre sua Igreja neste tempo em que vemos o florescer da figueira a apontar os fatos finais para o início do Reino Milenar de Jesus. É possível perceber que ao mesmo tempo em que o Espírito Santo age levantando novas lideranças compromissadas com a evangelização eletrônica, que atinge um número expressivo de pessoas, também uma medição (Apocalipse 11:1-2) por parte de Deus é visível não apenas nas denominações protestantes mas também na Igreja Católica.
                  Ainda que divergências históricas acabaram por fragmentar a Igreja de Deus sobre a terra, o Espírito Santo agindo de maneira multiforme em todas estas denominações cristãs, manteve e mantém o propósito divino de aperfeiçoar o seu povo (Filipenses 1:6-11). Não cabe a homem algum, pela percepção deste agir em sua Igreja, imaginar assim que esta é a detentora exclusiva da ação de Deus, o que de fato não ocorre, antes, revestidos de humildade e serenidade, cabe aos fiéis perceber e aceitar esta ação como parte do grande projeto divino de comungar com uma única noiva, um único povo sobre a face da terra que lhe renda o verdadeiro louvor (João 17:11, 1º João 2:2, Sofonias 3:8).
                    Na exortação de Paulo aos Filipenses (cap. 1:9), enfatizando o culto racional, o apóstolo de Cristo nos impulsiona a buscar o conhecimento, não apenas bíblico mas também científico, comparando-os e percebendo a excelência da obra de Deus, a qual, com o conhecimento científico assim se confirma (Daniel 12:4), ou seja, não podemos nem devemos ser tolhidos do processo de julgar os ensinamentos de pregadores ou professores da igreja (2º  Coríntios 2:17, Mateus 24:23-27, 2º Pedro 3:3, Judas 17:18, 2º Timóteo 2:15, Romanos 12) e como já predito isso está ocorrendo de maneira alarmante e por isso não podemos vacilar!

                     É triste imaginar que depois de quase dois milênios tenhamos de ver charges como esta acima, mesmo diante de tantas recomendações conforme as pontuadas biblicamente neste texto, mas nada disso cessará até que Cristo tome posse como legítimo herdeiro deste planeta, por isso mesmo devemos ser vigilantes, porque nascemos no pecado e vivemos em meio ao pecado e enquanto o astuto enganador não for aprisionado (Apocalipse 20:2) esta será a nossa maior luta na conquista da eternidade com Deus: Ainda que sejamos fortemente tentados, antes de nos dirigir ao povo de Deus, devemos nos esvaziar de toda maldade, de todo egoísmo e de toda forma de dominação, pois cabe ao espírito santo o convencimento e não será por força nem por violência que converteremos novas pessoas para o reino de Deus, mas, acima de tudo, pela ponderação, pela isenção e pelo conteúdo de nossas palavras, as quais devem refletir os nossos atos. Devemos ser francos e sinceros, mas nem por isso podemos também deixar de ser educados para ouvir e se tão somente formos a nos posicionar sobre determinado assunto ou questão, aí sim, devemos nos posicionar com sabedoria e tato para não ferirmos quem confiou a nós seus sentimentos mais profundos.
                  Podemos perceber que o conhecimento humano tem agregado muitos ensinamentos bíblicos, seja na filosofia, na sociologia e também na psicologia, e com a dedicação de alguns estudiosos destas ciências, muito se agregou ao bom convívio social assim como no tratamento de problemas de auto-aceitação, a ponto de se ver o largo uso destas disciplinas no ensino da palavra de Deus, bem como nas publicações cristãs, e o sacerdote que tenha estudado qualquer uma delas acrescenta muito ao seu currículo de mestre nos dias atuais.
                          Ainda que o conhecimento destas ciências possa ajudar na missão sacerdotal, há que se ter muito cuidado, pois alguns conceitos nelas contidos entram em choque com os preceitos bíblicos. Ainda que algumas pessoas entendam que os preceitos bíblicos não se aplicam à sociedade atual,  isso é, na verdade, um ledo engano, justamente porque, a palavra bíblica, diferentemente da linguagem científica, ao mesmo tempo em que disciplina e exorta, também sara e cura, pois tem vida em si mesma.

Por: Nelsomar Correa

    

                     

segunda-feira, 14 de março de 2011

Os flagelos das últimas décadas e a revelação de Apocalipse 10 e 11.

                     ...Nobres irmãos judeus, católicos, protestantes e evangélicos:
                     Certamente as catástrofes naturais e as causadas diretamente pela mão do homem nas últimas décadas têm despertado a atenção da humanidade, seja pela violência das forças da natureza ou pela proliferação do ódio entre os povos ou numa mesma sociedade.


                     Com relação às catástrofes naturais, inúmeras são as causas apontadas, como a poluição ambiental, a diminuição da camada de ozônio, a movimentação das placas tectônicas, Os efeitos El Niño e La niña e fala-se até das profecias Maias. Embora não haja na comunidade científica um consenso sobre o tema, os esforços no sentido de amenizá-las, como vem ocorrendo timidamente desde a Eco-92, nem de longe se mostraram capazes de impedir que estes flagelos aconteçam com força cada vez maior e assustadora.
                      Por outro lado temos assistido "on line" atentados terroristas, guerras, guerrilhas nacionais e urbanas, sequestros e arrastões como nunca, e da mesma forma surgem as muitas explicações, tais como a desigualdade social, combate ao imperialismo das grandes potências, combate à ditaduras e ao terror. De igual modo temos visto medidas sendo tomadas para combater estes males, contudo, com bastante serenidade, temos de admitir que estes estão cada dia mais constantes, a ponto de não mais imaginarmos ou ansearmos por uma paz, que quando vem, é fugaz.
                      Neste contexto, vemos o aparecimento de distúrbios, que não mais que há duas décadas eram desconhecidos, como o stress, o surto psicótico e outras doenças físicas decorrentes da ansiedade e do nervosismo e certamente muitas pessoas ao porem a cabeça ao travesseiro passam a questionar qual será a saída para tudo isso, até onde tudo isso vai chegar e até mesmo que mundo meus filhos irão herdar.
                       Até poucos anos atrás confiávamos no conhecimento, na tecnologia e no poder das grandes potências, porém estas mesmas se mostraram vulneráveis aos mais sorrateiros ataques terroristas e das forças naturais e então nos vemos desamparados, inseguros e incertos do futuro da humanidade, que se vê enredada de tantos interesses adversos.
                        Dentro destas perspectivas, convido os cristãos, os judeus e todo homem de boa vontade a uma reflexão sincera: deixando à parte qualquer ideologia religiosa e olhando para os céus, certamente renovamos nossas esperanças em alguém mais poderoso que qualquer nação, que não tem qualquer interesse político, econômico ou estratégico-militar sobre este planeta, mas que há séculos, com infindável amor e misericórdia tem,
sem força ou violência, apontado um caminho de salvação para sua mais importante obra:
o homem!




                        Você, homem e mulher de boa vontade, que certamente fez todas as reflexões que acima mencionei, te convido a uma reflexão um pouco diferente: Ainda que não tenha lido as Sagradas Escrituras, você certamente já ouviu falar que Deus tinha preparado o homem para viver num paraíso onde não tinha o Dna do envelhecimento e nem da morte e que pela desobediência foi deste expulso e destinado, com o conhecimento do bem e do mal (a ciência) que passou a ter com esta desobediência, a andar por seu próprio raciocínio, ou seja, pelo seu livre arbítrio. Com este livre arbítrio, não demorou a cometer o primeiro assassinato (Caim matou Abel).

                        Ainda que você considere esta história uma lenda ou uma metáfora, ela contém uma profunda verdade, que pela singeleza desta narrativa, muitas vezes nos passa despercebida: diferentemente da nossa relação humana, nossa relação com Deus se dá pelo livre arbítrio, ou seja, Deus não nos obriga a nada, Ele simplesmente nos deixa à vontade para que, com nossos próprios erros, nos acheguemos a Ele, em espírito e em verdade e assim, com o nosso coração quebrantado, Ele nos acolhe em seus braços de Pai.
                         Embora milhões ainda não creiam em Deus e no Seu Enviado Jesus, cuja missão foi trazer à humanidade o resgate do objetivo primordial traçado pelo Criador, que era a convivência eterna com esta sua principal criação - o homem, da mesma forma como Ele trata individualmente com cada um que o busca com integridade de coração Ele também trata com a humanidade como um todo, ou seja, à toda a humanidade foi dado que com o seu conhecimento e sabedoria pudesse construir um planeta que pudesse se assemelhar com o paraíso que Ele nos projetara. QUAL FOI O RESULTADO DO LIVRE ARBÍTRIO QUE NOS FOI CONCEDIDO? Os fatos falam por si mesmos: guerras, atentados, assassinatos, sequestros, roubos, furtos, injustiça, desigualdade, ganância, avareza, prepotência, arrogância, prostituição feminina, masculina e infantil, menosprezo ao Santo espírito do Criador presente no gene humano, entregando o corpo à lascívia e à sexualidade desnatural, tais coisas numa intensidade jamais imaginada pelas piores mentes. EIS O RESULTADO DO LIVRE ARBÍTRIO CONCEDIDO POR DEUS!
                                Deus, contudo, jurou para si mesmo, pois não tinha para quem jurar, que chegaria o tempo que toda alma, toda nação e toda tribo da terra se dobraria para adorá-lo e nenhuma outra opção ou alternativa haveria senão esta, pois exaurida toda a ciência e sabedoria humana na vã tentativa de se implantar a justiça, a paz e a fraternidade nas sociedades e na gestão desta mesma ciência e sabedoria, chegaria a hora em que a humanidade faria uma conversão de 180 graus, voltando-se para o seu Criador, a isso chamou de "O TEMPO DO FIM". Não te parece que isso já ocorre?
                         Se você está incerto da sua resposta, No Livro de Daniel, escrito entre 605 e 536 A.C., no capítulo 12 diz que no tempo do fim a ciência se multiplicaria e com o progresso da ciência compreenderíamos então os Seus Segredos. os capítulos 10 e 11 de Apocalipse fala de um destes segredos, o qual seria como um pequeno livro que é dado à humanidade comer, porém ao comê-lo, ao paladar seria doce como o mel, mas uma vez no estômago, amargaria como o fel (entenda isso como metáfora). No capítulo 11 são apresentada duas testemunhas e é dada ordem para medir o santuário do altar de Deus e todos os que nele adoram, ou seja, o povo de Deus seria provado à exaustão. à estas duas testemunhas foi dada autoridade para afligir a terra com toda sorte de flagelos, quantas vezes quiserem. Vejamos, estamos falando de segredo, de se provar a fé dos cristãos e de medir os atos da liderança cristã e isso não significa julgá-la, mas simplesmente de se fazer uma observação dos fatos e perguntarmos a nós mesmos ou à Deus se estão corretos os seus procedimentos ou a sua liturgia, cabendo à Deus a utilização dos meios para medí-la.
                         Observe, com a multiplicação da ciência, que possibilitou a invenção da televisão, do computador, da internet e das redes sociais, o indivíduo ganhou um poder de manifestação jamais visto e também a sociedade ganhou um forte aliado na defesa do bem comum - A IMPRENSA, cuja missão, segundo o pioneiro no Brasil, Assis Chateaubriand, é "CONSOLAR OS AFLITOS E AFLIGIR OS ACOMODADOS". Porventura, quando lemos os jornais, quando assistimos os telejornais ou quando acessamos a Internet e buscamos notícias religiosas não nos deparamos com escândalos em praticamente todas as denominações cristãs? Certamente estes escândalos sempre existiram, mas eram abafados, mas a profetizada multiplicação da ciência, muitas vezes tida como herege, deu voz aos pequenos e aflitos e aflige, com certeza, os religiosos acomodados.
                           Mas que livro é esse e de qual segredo fala a profecia? A resposta, caro irmão, está no ar! Está no ar na TV? a resposta é sim! Está no ar na atmosfera? A resposta é sim! Por acaso o seu estômago não está amargando com o que leu até agora? Se ainda não, continue lendo. Se o livrinho está acontecendo mediante os fatos que vemos e dos quais nos sentimos desamparados e ainda não entendemos ou não sabemos o porquê dos mesmos, é porque o livrinho já foi aberto, os seus fatos já foram revelados para alguns homens, mas são mantidos em segredo, no aguardo de um sinal verde de Deus, ou seja, a revelação da identidade das duas testemunhas, cujas quais já foram reveladas à uma Igreja, traria como consequência o aparecimento da besta, ou seja, do anticristo (Apocalipse 11:7-14), o que faria com que a liderança cristã fosse retirada forçosamente da zona de conforto na qual se encontra: os churrascos, as confraternizações, os jantares e coquetéis que tanto apreciam e os fazem sentir pessoas sofisticadas, a autoridade espiritual que presumem ter e com a qual muitas vezes manipulam os fiéis seria então posta em cheque, uma vez que está determinado que tão logo as duas testemunhas dêem o testemunho que devem dar, iniciar-se-á uma ferrenha guerra, que muitos identificam como a grande tribulação.
                            Ora, identificamos que o livrinho sãos os flagelos que acontecem e a medida que ora se vê no meio cristão, estamos, portanto, falando de fatos e não de suposições, mas falta ainda identificar qual é o testemunho que estes dois profetas devem dar e o que tem isso a ver com o segredo ou mistério de Deus, o qual foi dado aos seus servos, os profetas. O mistério ou segredo de Deus, prezados irmãos judeus, católicos, protestantes e evangélicos, está implícito nas palavras de Zacarias 4:11-14, Daniel 12, Apocalipse 10 e 11 especificamente e nas profecias escatológicas dos demais profetas, de um modo amplo e este segredo será revelado com uma prova científica inquestionável, ou seja, Deus comprovará sua existência cientificamente.
                             Bom, já sabemos um pouco melhor do que se trata o mistério de Deus, e que este se revelará com o testemunho que cabem às duas testemunhas darem, mas qual seria este testemunho, você certamente estará se perguntando. A resposta para a qual todos os cristãos e principalmente os judeus devem estar preparados é que, conforme está informado subliminarmente (ver http://www.graodetrigo.com/) (http://asduastestemunhas.blogspot.com/) que já foi revelado aos profetas vivos desta presente geração é que estes dois profetas são dois e é um, ou seja, são dois homens, mas geneticamente o mesmo ser, melhor dizendo, são clones! Nobres irmãos, sei que estão com um frio no estômago, mas estes dois já existem há mais de quatro décadas, a revelação se deu no ano de 2005 e isso é do conhecimento de pastores conhecidos no cenário nacional e até fora do país.
                              Ora, a elaboração do código genético humano só se deu na presente década, o que torna impossivel que tal coisa se deu por obra humana, porém Deus, em sua soberania e onisciência os fez existir entre os homens num momento tal em que se desse evolução às descobertas genéticas, porém antes que o homem pudesse fazer por si mesmo clones. Muito embora alguns estudiosos entendam que as duas testemunhas são Moisés e Elias, ou Moisés e Enoque ou Elias ou Enoque, tal interpretação se contrapõe a um princípio bíblico segundo o qual ao homem só cabe morrer uma vez (hebreus 9:27), ou seja, a questão de que estes grandes heróis da fé se encontram em um corpo imortal, não podendo portanto, retornarem como adultos em um corpo mortal, a menos que tenhamos de admitir a teoria da reencarnação, vindo os mesmos a nascerem do ventre de mulher. O fato é que sendo clones, conforme prediz a interpretação subliminar da Bíblia e também as profecias contemporâneas, esta tese se desfaz. Mas sendo clones, surge então uma nova problemática de ordem espiritual: diante do atual estágio do conhecimento humano, suporíamos então que são cópias genéticas de alguém que já existiu ou que existe e desta forma, seriam os embriões emplantados em mulheres escolhidas por Deus, mediante obra do espírito santo, conforme ocorreu à virgem Maria, porém, tem-se por informação, mediante teste feito em um deles que é de fato filho biológico de seus pais, o que, dentro do atual estágio do conhecimento humano desfaz a interpretação bíblica e as profecias de que são dois e são um, ou clone, mas devo frizar "dentro do atual estágio do conhecimento humano" e não do Deus do impossível, que contrariou as leis que Ele próprio criou, como a lei da gravidade, ao abrir o Mar Vermelho e ao ascender Jesus, a lei da química, fazendo brotar água de uma pedra, A lei da ação e reação, ao fazer cair as muralhas de Jericó, sem que nada se desse contra ela.



                                        Mas certamante você ainda está se perguntando a razão pela qual poderia estes profetas afligirem a terra com flagelos. a resposta é que está escrito que se o povo de Deus se calar diante da revelações que lhe são apresentadas até as pedras clamarão (Lucas 19:29-40), pois tendo sido delegada a estes profetas a missão de evidenciar estes fatos e diante da omissão da liderança cristã, que se vê envolta a medidas celestiais e pouco disposta a pagar o alto preço decorrente desta revelação, a decepção destes profetas chegam até o céu e de lá são ordenado os flagelos, como sinais e aviso que Deus tudo sabe e tudo vê. Resta, por fim, identificar o anticristo, a besta escarlate que pelejará contra estes dois profetas, a qual se assentará como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus (2 Tessalonicenses 2:4). Será ela um dos líderes religiosos cristãos? 
                                 Orai e vigiai irmãos, pois os fatos se fazem presentes, mas tenham fé e não estejam ansiosos, pois a grande tribulação só iniciará quando for identificado o anticristo, estamos vivendo o princípio das dores.                              Tendo como objetivo primordial a unidade cristã,
pretendida e recomendada por Cristo no capítulo 17 do Evangelho de João, não te-
nho qualquer dúvida ser esta a vontade de Jesus, principalmente agora que esta ge-
ração é testemunha dos fatos finais do tempo.
             Deste modo entendo que este assunto deve ser tratado e debatido com to-
das as denominações cristãs e também com os judeus e desde já os vejo todos como
alvos da salvação de Deus, que não quer que nenhum se perca, assim, caro irmão ju-
deu, católico, protestante e evangélico, sinta-se plenamente em casa para tecer qual-
quer comentário, pois sei, que se és verdadeiramente cristão ou judeu, sabes que o
Deus Onipotente, onisciente e onipresente está aí junto contigo e sabe o que está es-
crevendo e somente à Ele cabe julgar-te e isso certamente ocorrerá.
             Tenho falado aos cristãos de um modo geral no primeiro texto em que tra-
tei deste assunto, sei com absoluta certeza, que a  maioria  dos  sacerdotes  cristãos
têm verdadeiramente um chamado para o exercício sacerdotal e estão de fato preo-
cupados com o bem estar de suas ovelhas, as medidas que o  próprio  Deus  determi-
nou e providenciou que ocorresse certamente revelará os verdadeiros adoradores.
               Quanto aos cristãos que estão próximos e com os quais debato sobre estes
fatos percebo também uma preocupação com o bem  estar  das  duas  testemunhas,
uma vez reconhecida a árdua missão que lhes foi confiada, sendo pais de família  e
tendo esposas e filhos, aos quais cabem, como sacerdotes do lar, proteger.
                Uma tênue linha separa as responsabilidades que ambos têm para com  a
família e para com a causa do Evangelho, ambos devem caminhar com responsabili-
dade e sensatez, sabendo que Deus está no controle e sabe o momento  certo  para
tudo que tem projetado. No presente momento me vejo incumbido  de trazer  aos
verdadeiros cristãos, que se despojaram de qualquer tipo de pequenez espiritual   e
que aguardam com zelo os fatos finais do Evangelho,  estas informações  que  tenho 
conhecimento, pois estava me sentindo muito mal pelo silêncio e agora já me sinto
mais aliviado e espero contar com a compreensão de todos os irmãos, se, porventu-
ra não puder ou não ser conveniente que eu poste a resposta  de  uma  determinada
pergunta a mim dirigida, mas se assim o fizer explicarei o motivo.


                                Muito Obrigado e que a paz do nosso Senhor e Salvador Jesus
                                esteja com todo o povo de Deus sobre a terra.

Por: Nelsomar Correa